PROTEUS EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

PROTEUS EDUCAÇÃO PATRIMONIAL



BLOG VOLTADO PARA A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL - 16 ANOS NO AR

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

MINAS PERDE O SEU MAIOR DEFENSOR DO PATRIMÔNIO CULTURAL - DR MARCOS PAULO DE SOUZA MIRANDA FOI REMOVIDO PARA SUA COMARCA DE ORIGEM

Novo chefe desliga promotores de MG de apuração sobre tragédia de Mariana


Um dos primeiros atos do novo procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Antônio Sergio Tonet, foi remover os três promotores mais atuantes da força-tarefa criada pelo Ministério Público do Estado para investigar o rompimento da barragem do Fundão, da mineradora Samarco (controlada pela Vale e BHP Billinton), ocorrida em novembro do ano passado.
O novo chefe do Ministério Público mineiro foi empossado na noite desta segunda-feira (5). Tonet determinou que os promotores Mauro Ellovich, Carlos Eduardo Ferreira Pinto e Marcos Paulo de Souza Miranda deixem os postos que ocupam na área ambiental na sede do MPMG, em Belo Horizonte, e retornem para suas comarcas de origem: Igarapé, Ribeirão das Neves e Santa Luzia, respectivamente.
Um promotor que pediu para não se identificado diz que a mudança se deve ao fato de os três não concordarem com a volta das atividades da Samarco no Estado até que todas as licenças ambientais estejam esclarecidas.

Após dissolver força-tarefa de Mariana, MP garante que acompanhamento vai continuar
Promotores de Justiça Carlos Eduardo Ferreira Pinto (E), Mauro Ellovitch e Marcos Paulo de Souza Miranda (D) atuavam desde os primeiros dias após a catástrofe socioambiental (foto: Alexandre Guzanshe/EM/DA Press - 16/11/15 Gladyston Rodrigues/EM/DA Press - 19/11/15)

FONTE: Jornal Estado de Minas:

Com troca de procurador-geral, MPMG tem mudanças em cargos de confiança

Alterações afetam procuradores e promotores do órgão; entre eles, estão três que atuavam na apuração do desastre de Mariana.




Nenhum comentário:

Postar um comentário