PROTEUS EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 19 ANOS

PROTEUS EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 19 ANOS

segunda-feira, 21 de março de 2016

Igrejinha da Pampulha, tombada pelo Iphan e pelo IEPHA é alvo de vandalismo em BH


Igrejinha da Pampulha, tombada pelo Iphan e  pelo IEPHA é alvo de vandalismo em BH

Painel de Portinari e lateral da igreja foram pichados nesta segunda-feira.
Arquidiocese de BH acionou equipe técnica para limpar o local.


Suspeito de pichar a Igrejinha da Pampulha é identificado

Um pichador, com perfil já identificado no Facebook, que costuma comemorar publicamente seus feitos na rede social, está sendo investigado pela Divisão Especial de Proteção do Meio Ambiente da Polícia Civil

http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2016/03/22/interna_gerais,745902/suspeito-de-pichar-a-igrejinha-da-pampulha-e-identificado.shtml


Iepha e PBH avaliam danos causados por pichação na Igrejinha da Pampulha

Na tarde de segunda-feira, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) instaurou procedimento criminal para investigar a autoria da pichação. Ainda ninguém foi preso





PROTEÇÃO LEGAL:


Bem Tombado:    Igreja de São Francisco de Assis da Pampulha e seu acervo
Época:          Século XX / 1ª Metade

Proteção Legal:    IPHAN - Processo nº 373-T-47; Inscrição nº 312, Livro Belas-Artes vol. 1, folha 65, de 01 de Dezembro de 1947.

DESIGNAÇÃO: Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Pampulha, compreendendo Igreja de São Francisco de Assis, Cassino (atual Museu de Arte), Casa do baile e Prédio do Iate Tênis Clube, lagoa e margens delimitadas pela Av. Otacílio Negrão de Lima.
DISTRITO: Sede
ÉPOCA: Século XX (1ª metade)
PROTEÇÃO: IEPHA - Decreto Estadual nº 23.646 de 26 de junho de 1984. Publicado no Minas Gerais – Diário do Executivo em 27 de junho de 1984, pág. 6, Col.1.
Delimitação e diretrizes para o entorno aprovados pelo Cons. Curador em 28/11/2002. Livros do Tombo I,II,III,IV.

Proteção Legal: IPHAN - Tombamento provisório em 27 de Dezembro de 1994, referendado pelo Conselho Curador do IPHAN em 27 de Agosto de 1996.
Livro Belas Artes Nº inscr.: 609 ;Vol. 2 ;F. 030 ;Data: 15/12/1997
Livro Histórico Nº inscr.: 545 ;Vol. 2 ;F. 031 ;Data: 15/12/1997


Liv. Arq./Etn./Psg. Nº inscr.: 115 ;Vol. 1 ;F. 081 ;Data: 15/12/1997

terça-feira, 1 de março de 2016

IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE BREJO DO AMPARO /JANUÁRIA - MATÉRIAS

MATÉRIAS SOBRE A IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE BARRO ALTO - BREJO DO AMPARO/JANUÁRIA


1 - Telhado de igreja do século 17 desabada em Januária

Erguido em 1688, templo está abandonado no Norte de Minas. MP exige providências e Iepha promete liberar R$ 750 mil

http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2016/03/01/interna_gerais,738803/telhado-de-igreja-do-seculo-17-cai.shtml



2 - CRÔNICA DE UM DESABAMENTO ANUNCIADO

NO DOMINGO, 28 FEVEREIRO 2016 18:43.
Cai o teto da Igreja do Rosário, considerada uma das mais antigas em território mineiro


3 - Estado promete investir R$ 5 milhões na restauração de seis bens culturais em Januária

http://www.hojeemdia.com.br/horizontes/estado-promete-investir-r-5-milh-es-na-restaurac-o-de-seis-bens-culturais-1.371734


4 - Após anos de abandono, Igreja do século XVII será protegida em Januária

5 - Segunda igreja mais antiga de Minas será restaurada a partir de março de 2016

http://www.hojeemdia.com.br/horizontes/segunda-igreja-mais-antiga-de-minas-sera-restaurada-a-partir-de-marco-de-2016-1.364781


6 - História e memória de Januária

Ana Alaíde Amaral

http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/09.097/1882


Obs.: 

Matias Cardoso de Oliveira - sobrinho-neto de Matias Cardoso de Almeida - nasceu na freguesia de Santo Antônio da Manga, filho de D. Maria da Cruz e Salvador Cardoso de Oliveira.

Matias Cardoso de Oliveira era dono do engenho Barro Alto em Brejo do Amparo, onde residiu. Sua esposa Mariana Tavares faleceu em 1748 sem lhe deixar filhos. Seus dois filhos com a “crioula forra” Inácia da Silva – Miguel e Maria – foram seus herdeiros.