PROTEUS EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

PROTEUS EDUCAÇÃO PATRIMONIAL



BLOG VOLTADO PARA A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL - 16 ANOS NO AR

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

PATRIMÔNIO CULTURAL - POEMAS - A CASA INVISÍVEL

A CASA INVISÍVEL
Autor: Carlos Henrique Rangel
Esse é um poema invisível. Se quiser lê-lo passe com o mouse sobre ele segurando o botão esquerdo.

Quando surgiu era linda... Para todos.
A sensação...
A casa mais importante por que importante eram os que a habitavam.
Viu saraus. Viu tramas e dramas.
Viu romances nascerem e se desfazerem...
Viu sonhos desfeitos...
Riquezas desfeitas... Nascimentos, doenças e mortes...
Viu movimentos, progressos, decadência...
E era vista: centro de atração.
Admirada.
Respeitada...
Amada... E odiada.
Depois desprezada, esquecida...
INVISÍVEL.
As casas vizinhas eram demolidas, substituídas.
Sobressaiam, mudavam, cresciam...
Ela... Invisível.
A rua mudava. Se poluía... A cidade crescia.
Ela:invisível.
O tempo que muda tudo transformou a casa linda em feia.
Maltratada, quebrada, abandonada, vazia.
Um dia alguém a viu ali perdida entre prédios visíveis.
Trocou suas janelas e portas,
E telhas,
E reboco.
E lhe pintou as paredes de cores vivas, berrantes, chocantes:
Um vermelho vivo e detalhes em dourado...
E a casa invisível apareceu de repente em seu esplendor.
Assustou os transeuntes que antes não a viam...
A viram então.
E curiosos a descobriram.
E sua história.
E sua glória.
Que era parte da história e da glória
da rua...
Da cidade...
De todos...

FIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário