PROTEUS EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

PROTEUS EDUCAÇÃO PATRIMONIAL



BLOG VOLTADO PARA A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL - 16 ANOS NO AR

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

A SOCIEDADE DOS MONUMENTOS HISTÓRICOS DO BRASIL O PIONEIRISMO DE D. OLIVIA PENTEADO


"A SOCIEDADE DOS MONUMENTOS HISTÓRICOS DO BRASIL
 O PIONEIRISMO DE D. OLIVIA GUEDES PENTEADO NA PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL 








D. Olívia Guedes Peteado, Blaise Cedrars, Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade Filho, 
Oswald de Andrade.
Fonte da Imagem: www.vitruvius.com.br -


Em 20 de maio de 1924 D.Olívia Penteado, preocupada com os roubos, vendas do acervo das igrejas mineiras, do estado de conservação destes bens culturais, cria em Tiradentes, a Sociedade dos Monumentos Históricos do Brasil. 

A primeira reunião conta com a presença de René Thiollier, do Presidente de Estado Carlos Campos, José Carlos de Macedo Soares, Tarsila, Oswald de Andrade, Paulo Prado e Cendrars. 

Cendrars é encarregado de redigir os estatutos da Sociedade dos Monumentos Históricos do Brasil.

Finalidade da Sociedade: "A proteção e a conservação dos monumentos históricos do Brasil: Igrejas, palácios, mansões e casas particulares dignas de interesse (móveis, objetos e obras de arte, pinturas, estátuas, livros e arquivos, prataria, etc.)"




"Quanto ao que pertence à Sociedade, antes de tudo, ela é concebida como uma 
entidade privada, pública não-governamental, seguindo o modelo anglo-saxão. Mas, 
seria mantida mediante subvenção anual do Governo federal ao Comitê Diretor e 
subvenção anual dos diferentes estados aos diferentes Comitês de Iniciativa, além de 
rendas próprias, institucionais, geradas pela porcentagem na venda de bens tombados, 
ou comerciais, resultantes da venda de ingressos para museus e exibição de filmes; de 
livros; de fotografias; de discos de gramofone de música brasileira; da venda, compra ou 
troca de obras de arte; e também da quotização dos membros da Sociedade; de doações 
e legados. Além de prever verbas provenientes do turismo, de festas, do carnaval, de
peregrinações. Prevê a colocação sob proteção pública dos monumentos classificados e 
dos objetos inventariados declarados propriedade nacional. Diz em nota":  

  Uma vez que os Monumentos Históricos classificados e os objetos relacionados no Inventário
 fazem parte do patrimônio nacional, é urgente fazer votar esta Lei no menor prazo possível para protegê-los de toda evasão pois o tesouro artístico e histórico do Brasil não é inesgotável. Os Monumentos classificados e os objetos inventariados poderão ser declarados, pela  mesma Lei, Propriedade Nacional, e serem colocados sob a Proteção Pública. 
(CALIL, 2006: 82). 

(CALIL, Carlos Augusto Machado. Sob o Signo do Aleijadinho, Blaise Cendrars  precursor do Patrimônio Histórico, in MORI, Victor Hugo; SOUZA, Marise Campos; BASTOS, Rossano Lopes; GALLO, Haroldo (Orgs.).  Patrimônio: Atualizando o Debate. São Paulo: 9ªSR/IPHAN, 2006). 

FONTE: O PROJETO DE BLAISE CENDRARS PARA A SOCIEDADE DOS AMIGOS DOS 
MONUMENTOS DO BRASIL E OUTROS PROJETOS PATRIMONIAIS DO ANOS 20 E 30 
Karla Adriana de Aquino
Acessado em 14 de fevereiro de 2014.


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------




O PROJETO:


No seu artigo III diz: "Fazer decretar uma lei para a Classificação e a Conservação dos Monumentos Históricos:

a) Classificação dos monumentos históricos;

b) Inventário dos monumentos históricos (móveis, objetos, obras de arte, pinturas, estátuas, livros e arquivos);

c) Interdição absoluta de exportar os objetos que constarem do Inventário dos Monumentos Históricos; (...)

e) Conservação dos Monumentos Históricos;

f) Interdição absoluta de efetuar qualquer trabalho de reconstrução, reparação, de transformação ou restauração nos monumentos históricos classificados;

g) Qualquer trabalho de reconstrução, reparação, transformação ou restauração a se efetuar num Monumento Histórico classificado será objeto de uma solicitação por escrito;

(...)

Art. V. Ação do Comitê de Iniciativa em cada Estado: (...)

d) Ocupar-se igualmente da arte popular sob todas as suas formas: pinturas, esculturas, arte da mobília e caseira, musicas, canções e danças;

e) organizar festas populares tradicionais nos diferentes estados (carnaval, festas religiosas);

f) Arte culinária;

g) Interessar-se particularmente pelos vestígios da arte indígena e por todas as manifestações dos negros;

h) Colecionar tudo o que concerne à Pré-História.
(...) "


A Sociedade não vingou.



OBS.: Olívia Guedes Penteado foi uma grande incentivadora do modernismo no Brasil e amiga de artistas-chave do movimento, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral e Heitor Villa-Lobos. Era tia da mecenas Yolanda Penteado. Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário